Ir para o conteúdo

VOCÊ TEM
MAIS
DE 18 ANOS?

ESTE CONTEÚDO
É INDICADO SOMENTE
PARA ADULTOS,
MAIORES DE 18 ANOS

Philip Morris Brasil


Luis Fernando

Ele trocou a capital pelo litoral porque a vida precisa do mar. Lá ele produz eventos de moda, arte, música e ataca de DJ de vez em quando.

Luis Fernando

Ele trocou a capital pelo litoral porque a vida precisa do mar. Lá ele produz eventos de moda, arte, música e ataca de DJ de vez em quando.

“Sempre adorei a noite e o concreto da cidade grande. Durante muitos anos fui promoter de algumas das melhores casas noturnas da capital, mas um belo dia cansei de toda essa agitação e me mudei para o litoral. Para mim, a vida precisa de uma conexão espiritual com o mar.

Eu saí da balada, mas a balada nunca saiu de mim. Agora, em outro ritmo, eu atuo como DJ por diversão, produzo eventos de cultura, moda, arte e artesanato. Há alguns anos eu também ajudo uma instituição de apoio a crianças e adolescentes.

Outra atividade a que tenho me dedicado é o resgate de cachorros, que são minha paixão. Quando encontro ou indicam um animal precisando de ajuda, eu faço lar temporário, levo no veterinário, dou banho, faço a tosa e dou carinho até a gente achar um novo lar para eles.

Mas fazer o bem parece não adiantar de nada depois que acendo um cigarro. As pessoas me olham com aquele olhar fulminante, sabe?

Sei que existem outras opções para quem fuma e gostaria de experimentar. Sei que foram feitos estudos que provam que essas opções são melhores que o cigarro. Sei que vários lugares já oferecem este produto para os adultos fumantes. Sei que tem muita desinformação e muita fake news por aí. Por que não querem que a gente tenha acesso a estas informações, isso eu não sei dizer.”

Voltar
Compartilhe essa história Email Linkedin Facebook twitter

POR QUE OS FUMANTES
PRECISAM SER OUVIDOS?

Em programas de televisão, no rádio, nos jornais, na internet, nas redes sociais, em Brasília, entre rodas de familiares, estudiosos e ativistas: todo mundo tem uma opinião sobre o cigarro e sobre os novos dispositivos eletrônicos para fumar. Mas, pela primeira vez, alguém está perguntando aos adultos que continuam fumando qual a opinião deles sobre a falta de acesso no Brasil a algumas das alternativas existentes em outros países. Conheça algumas dessas pessoas.